Aluno que dorme não pode reclamar

Há uns tempos atrás apareceu um meme pela internet que alguns professores que conheço compartilharam no Facebook. Nele dizia que aluno que dorme em sala de aula é hipócrita ao pedir por uma educação melhor. Mas será que é mesmo?

Acho que agora que terminei o quarto ano da minha graduação, sem pegar uma recuperação sequer desde que me conheço por gente, sempre com notas consideradas invejáveis, eu posso falar alguma coisa sobre merecer reclamar por uma educação melhor. E o que eu tenho pra falar é o seguinte: qualquer um pode reclamar por uma educação melhor.

Eu sei. Tem vezes que professores por aí dão o azar de ter que lidar com turmas que é o mesmo que pregar no deserto do começo ao fim da disciplina. Concordo que tem muita gente que já entra na sala de aula virando os olhos sem ao menos conhecer o professor e ter certeza do que se trata a disciplina. Eu mesmo já fiz isso, incontáveis vezes. Mas acho que todo mundo, inclusive esses professores, já devem ter feito isso alguma vez. Então não me culpo tanto.

Ao mesmo tempo, já cheguei com muita vontade numa aula, esperando por professores que eu tinha conciência de que haviam pedido pessoalmente para ministrar a disciplina, fazerem tudo com tanta má vontade que me fez pensar se estava no lugar certo. Já tive professores que mesmo pedindo pra ministrar a disciplina, reclamavam dos alunos que pediam um curso mais completo e com mais detalhes. Já tive professores que mesmo pedindo para ministrar a disciplina passaram o semestre inteiro reclamando da ementa, fazendo cara feia quando aluno tinha dúvida e argumentando que não tinha obrigação de conhecer muito daquele assunto pois não tinha que lidar com isso na pesquisa dele. Já tive professores que reclamaram da minha turma não prestar atenção, mas davam aula muito inferior ao pouco que aprendi no Ensino Médio. Já tive professores que reclamaram do trabalho dos alunos ao longo do semestre sem sequer ter completado uma aula de acordo com a programação da disciplina por pura e simples falta de preparo.

Preciso dizer qual foi a minha postura perante esses professores? Como ser um aluno pró-ativo, interessado, se uma porcentagem assustadoramente alta dos professores que tive na graduação nunca se preocupou nem em olhar as cadeiras que os alunos haviam cursado pra chegar naquele ponto? Sério mesmo que se eu sentar no fundo da sala e dormir numa aula dessas  eu perco meus direitos de clamar por uma educação melhor?

Pra concluir, um breve comentário. Na minha faculdade, pelo menos, do ano que eu entrei pra cá, anda o maior rebuliço de que a metodologia de ensino deve mudar, e que a grande sacada pra isso são metodologias de Ensino Baseado em Projetos (Project Based Learning, PBL). Eu já passei por isso em algumas disciplinas e enquanto umas tiveram muito sucesso, outras foram um fracasso gigante. E sinceramente, eu acho que a resposta é muito mais simples que isso. Existe uma coisa ridícula chamada “lista de chamada”. Deixo pra vocês pensarem no tanto de problema que seria resolvido se isso deixasse de existir…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s